Atualizações de agosto, 2018 Ativar/desativar aninhamento de comentários | Atalhos do Teclado

  • Fm4lloc 9:23 am em 9 de August de 2018 Link Permanente | Resposta
    Tags: criptografia, gnupg, gpg, , pgp, segurança   

    Mantenha seus dados Criptografados e seguros com o GnuPG 

    “GNU Privacy Guard é uma alternativa GPL ao aplicativo PGP de criptografia. GnuPG é compatível com a RFC 4880, o padrão da IETF para a especificação do OpenPGP. As versões atuais do PGP possuem interoperabilidade com o GnuPG e com outros sistemas compatíveis com o OpenPGP. GnuPG é parte da Free Software Foundation e do projeto de software GNU.” (online, Wikipedia)

    Instalar

    $ sudo apt-get install gnupg

    Como Usar:

    $ gpg -c ./nomedoarqivo
    

    Uma senha será requisitada, você pode criptografar o arquivo recém gerado e criar arquivos quase “impossíveis” de serem descriptografados com força bruta.

    para descriptografar use:

    gpg ./nomedoarquivo.gpg
    

    Recomendo desabilitar o cache de senha criando um arquivo nominado de gpg-agent.conf em /home/$USER/.gnupg/ com o seguinte conteúdo:

    default-cache-ttl 0
    max-cache-ttl 0
    ignore-cache-for-signing

    Após isso dê um killall no processo gpg-agent via terminal se ele estiver carregado.

    Outra dica que pode dificultar as tentativas é fatiar o arquivo que você quer salvar em mais de uma parte usando o comando split e criptografar os pedaços de modo individual usando senhas diferentes. A probabilidade de serem descriptografados são quase nulas. Mas é claro, utilize senhas fortes e não repita nenhuma.

    Links:
    ________
    https://gnupg.org/
    https://en.wikipedia.org/wiki/GNU_Privacy_Guard
    https://claudioslobo.wordpress.com/2013/04/13/corrigindo-o-problema-de-senhas-do-gpg-para-macos/
    https://www.vivaolinux.com.br/dica/O-comando-split/

     
  • Fm4lloc 11:55 pm em 8 de August de 2018 Link Permanente | Resposta
    Tags: , directx, dxvk, games, lunarg, nvidia, staging, vulkan, vulkansdk, wine, winetricks   

    How To install Wine staging + DXVK (DirectX Vulkan) on Debian 

    First, enable 32 bit packages:

    $ sudo dpkg --add-architecture i386
    

    Then install key which was used to sign packages:

    $ wget -nc https://dl.winehq.org/wine-builds/Release.key
    $ sudo apt-key add Release.key
    

    Next add the repository to /etc/apt/sources.list or create a *.list under /etc/apt/sources.list.d/ with the following content:

    with DISTRO being either wheezy, jessie, stretch, buster or sid

    $ echo "deb https://dl.winehq.org/wine-builds/debian/ DISTRO main" > wine.list
    $ sudo cp -avr ./wine.list /etc/apt/sources.list.d/

    Update and install packages:

    $ sudo apt-get update
    $ sudo apt-get install --install-recommends winehq-staging

    Download DXVK binary release

    Download the latest release here: https://github.com/doitsujin/dxvk/releases; Currently the 0.70 release is the newest.

    $ wget https://github.com/doitsujin/dxvk/releases/download/v0.70/dxvk-0.70.tar.gz
    $ tar -vzxf dxvk-0.70.tar.gz
    $ cd dxvk-0.70

    Create wineprefix with DXVK

    $ wget https://raw.githubusercontent.com/Winetricks/winetricks/master/src/winetricks
    $ chmod +x ./winetricks
    $ export WINEPREFIX=~/.wine
    $ ./winetricks --force setup_dxvk.verb

    Recommended: Vulkan SDK You do not need the Vulkan SDK per se, but you will want it for the cube test so you can verify your Vulkan is working correctly independently of DXVK:

    $ wget "https://sdk.lunarg.com/sdk/download/1.1.82.0/windows/VulkanSDK-1.1.82.0-Installer.exe"
    $ wine ./VulkanSDK-1.1.82.0-Installer.exe

    To do the cube test run:

    $ wineboot -r
    $ wine cube

    2018-08-08-203755_1920x1080_scrot

    Game Conarium:

    links:
    _____________
    https://wiki.winehq.org/Debian
    https://github.com/doitsujin/dxvk/releases
    https://vulkan.lunarg.com/
    https://www.nvidia.com/Download/Find.aspx?lang=en-us

     
  • Fm4lloc 1:17 am em 27 de July de 2018 Link Permanente | Resposta
    Tags: automate, , , mini, minideb, minimalist, , , , ,   

    Minideb – Debian Minimalista com openbox 

    Minideb

    Este Script automatiza a pós-instalação do Debian, implementando um sistema limpo e minimalista com o Openbox;

    Atualmente testado no Debian 9.5, mas com atualizações para futuras versões do sistema.

    Para usar o script você deve instalar uma versão limpa do Debian, preferencialmente usando uma .iso netinstall, além disso, deve dispensar a instalação de sofwatres pré-definidos, como o caso de qualquer ambiente de Área de Trabalho. A única coisa que você deve instalar, opcionalmente, é os “utilitários de sistema padrão” se quiser um sistema menos cru.

    Modo de usar

    Antes de iniciar os trabalhos adicione o seu usuário ao grupo sudo seguindo as linhas abaixo, lembrando de substituir a palavra YOUR_USER pelo nome do utilizador do sistema.

    # su
    # apt-get install sudo
    # aduser YOUR_USER sudo
    # halt --r now
    

    Depois de adicionar o seu usuário ao grupo reinicie o sistema execute os seguintes comados:

    $ cd ~
    $ sudo apt-get install git
    $ git clone https://github.com/fm4lloc/minideb
    $ cd minideb
    $ chmod +x ./install.sh
    $ ./install -i
    

    As configurações do openbox ainda contam com os seguintes atalhos de teclado:

    Esses atalhos podem ser modificados no arquivo /openbox/rc.xml

    Keyboard Shortcut Descrição
    Alt+F Abre o gerenciador de arquivos thunar
    Alt+E Abre o terminal Sakura
    Alt+2 Abre o lançador de aplicativos gmrun
    PrintScreen Tira foto da tela usando o scrot

    Links:
    ______
    https://github.com/fm4lloc/minideb

     
  • Fm4lloc 6:47 am em 21 de July de 2018 Link Permanente | Resposta
    Tags: adblock, bing, buscador, duckduckgo, google, https, privacidade, privacity, search, search engine   

    Add-on essenciais para manter a privacidade no Chromium 

    AdBlock Plus instalar
    Navegue na internet sem se preocupar com as propagandas invasivas e inconvenientes.

    Adblock Plus para Google Chrome bloqueia:

    • Banners
    • Propagandas em vides do YouTube
    • Propagandas no Facebook
    • Pop-ups
    • Todo tipo de propaganda invasiva

    DuckDuckGo Privacy Essentials

    Aproveitando a oportunidade para indicar o indexador DuckDuckgo para deixar como seu motor de busca padrão no navegador. Para definir como padrão siga esse link aqui.

    DuckDuckGo Privacy Essentials instalar

    • Evite as redes de localizadores de publicidade – A nossa proteção de privacidade bloqueará todos os localizadores ocultos que conseguirmos encontrar, revelando as principais redes de publicidade que o seguem ao longo do tempo, para que possa seguir quem está a tentar segui-lo.
    • Aumente a proteção de encriptação – Obrigamos os sites a utilizarem uma ligação encriptada sempre que disponível, para proteger os seus dados de olhares curiosos, como os fornecedores de serviços Internet.
    • Pesquise de forma privada – Partilha os seus dados mais pessoais com o seu motor de busca, como questões financeiras, médicas e políticas. O que pesquisa só a si lhe diz respeito, e é por isso que o DuckDuckGo não o segue. Nunca.
    • Descodifique as políticas de privacidade – Estabelecemos uma parceria com o Terms of Service Didn’t Read para incluir os respetivos resultados e etiquetas das políticas de privacidade e termos de serviço do website, sempre que disponíveis.

     
  • Fm4lloc 4:56 am em 21 de July de 2018 Link Permanente | Resposta
    Tags: chromium, diretorio, inode/directory, pasta, , thunar.desktop, xdg-mime   

    Definir o Thunar ou Outro Gerenciador de Arquivos Para Abrir como Padrão no Chromium 

    É irritante fazer o download de algo pelo navegador e depois de clicar na opção “mostrar na pasta”, algum aplicativo qualquer abrir no lugar do Thunar. Para corrigir esse problema de associação é muito simples.thunar_inode_directory

    Primeiro instale esse pacote:

    $ sudo apt-get install libfile-mimeinfo-perl
    

    Se já tiver instalado, tudo bem, uma coisa a menos para resolver. Agora veja quem está associado para abrir diretórios:

    $ xdg-mime query default inode/directory
    

    O meu retornou Audacious.desktop. O que fiz foi associar o Thunar com o comando:

    $ xdg-mime default Thunar.desktop inode/directory
    

    Pronto! Agora quado você clicar “em mostrar na pasta” ele vai abrir o Thunar. Essa mesma dica funciona para outros gerenciadores de arquivos, bastando trocar pelo nome dele.

     
  • Fm4lloc 10:32 pm em 20 de July de 2018 Link Permanente | Resposta
    Tags: autocomplete, , deb, , dica, howto, , , terminal, , ubuntu   

    Habilitar o Autocomplete do Bash 

    Olá, caros leitores!

    Essa é mais uma dica rápida ensinando como habilitar o autocomplete no terminal, aquele usando a tecla [tab].

    O primeiro passo é reinstalar o pacote bash-completion, para o caso de não existir ou você ter estragado alguma coisa, depois copiar o arquivo /etc/bash.bashrc para home nomeando-o direto para .bashrc

    $ sudo apt-get install --reinstall bash-completion
    $ cp /etc/bash.bashrc ~/.bashrc
    

    Após isso, abra o arquivo ~/.bashrc recém copiado com seu editor de textos favorito e encontre o trecho de código correspondente ao abaixo. Descomente as linhas removendo o caractere # (hashtag), só não faça isso para o comentário explicando o que aquilo faz.

    # enable bash completion in interactive shells
    #if ! shopt -oq posix; then
    #  if [ -f /usr/share/bash-completion/bash_completion ]; then
    #    . /usr/share/bash-completion/bash_completion
    #  elif [ -f /etc/bash_completion ]; then
    #    . /etc/bash_completion
    #  fi
    #fi
    

    O Resultado fica assim:

    # enable bash completion in interactive shells
    if ! shopt -oq posix; then
      if [ -f /usr/share/bash-completion/bash_completion ]; then
        . /usr/share/bash-completion/bash_completion
      elif [ -f /etc/bash_completion ]; then
        . /etc/bash_completion
      fi
    fi

    Agora salve o arquivo. O autocomplete já estará funcionando.

     
  • Fm4lloc 8:08 am em 5 de July de 2018 Link Permanente | Resposta
    Tags: password senha   

    Gerando Senhas Aleatórias e Seguras Pelo Terminal 

    Só executar:

    $ openssl rand -base64 32
    
     
  • Fm4lloc 5:55 am em 13 de January de 2018 Link Permanente | Resposta  

    Comando para apagar diretórios vazios no Linux:

    find . -type d -depth -empty -print -exec rmdir {} \;
    
     
  • Fm4lloc 2:37 am em 8 de December de 2017 Link Permanente | Resposta  

    pdf to image and image to pdf 

    Install:

    $ sudo apt-get install convert
    

    PDF to JPG:

    $ convert -density 200 -quality 100 -colorspace RGB input.pdf output.jpg
    

    JPG to PDF:

    convert `ls -v *.jpg` final_file.pdf
    
     
  • Fm4lloc 2:37 am em 20 de July de 2017 Link Permanente | Resposta  

    INSTALAÇÃO RETROARCH/LIBRETRO E ATRRACT MODE NO LINUX 

    2017-07-19-185747_1920x1080_scrot2017-07-19-185808_1920x1080_scrot

    1. Instalar Dependências (Debian/Ubuntu):

    $ sudo apt-get update
    $ sudo apt-get upgrade
    $ sudo apt-get install build-essential libxkbcommon-dev zlib1g-dev libfreetype6-dev libegl1-mesa-dev libgles2-mesa-dev libgbm-dev nvidia-cg-toolkit nvidia-cg-dev libavcodec-dev libsdl2-dev libsdlimage1.2-dev libxml2-dev yasm git
    

    2. Obter Árvore de Arquivos:

    $ git clone git://github.com/libretro/libretro-super.git
    $ cd libretro-super
    

    3. Obter Núcleos Libretro

    Cada núcleo corresponde a um emulador, sendo possível baixar o sistema inteiro ou apenas alguns núcleos. Para descarregar a árvore integral de arquivos Libretro e o RetroArch use:

    $ SHALLOW_CLONE=1 ./libretro-fetch.sh
    

    Se optar por núcleos específicos indique-os como no exemplo abaixo. Particularmente irei usar o de Super Nintendo (snes9x), Sega Genesis (genesis_plus_gx) e Dreamcast (reicast).

    $ SHALLOW_CLONE=1 ./libretro-fetch.sh retroarch snes9x genesis_plus_gx reicast
    

    Uma lista correspondente ao nome exato do núcleo pode ser vista aqui -> https://wiki.libretro.com/index.php?title=Main_Page#Core_Software_Library

    4. Construir Núcleos

    Compilar todos de uma única vez (vai demorar):

    $ NOCLEAN=1 ./libretro-build.sh
    

    Para construir núcleos específicos é necessário identificá-los. Compilarei apenas aqueles indicados anteriormente (snes9x; genesis_plus_gx; reicast)

    $ NOCLEAN=1 ./libretro-build.sh snes9x genesis_plus_gx reicast
    

    Omitir NOCLEAN=1 se você deseja executar “make clean” em cada repositório antes da construção.

    5. Construir RetroArch

    Descrição do RetroArch:

    RetroArch is a frontend for emulators, game engines and media players. It enables you to run classic games on a wide range of computers and consoles through its slick graphical interface. Settings are also unified so configuration is done once and for all. RetroArch has advanced features like shaders, netplay, rewinding, and more!

    Comando para construção:

    $ ./retroarch-build.sh
    

    6. Instalação

    $ mkdir -p ~/ra2017/cores
    $ cd retroarch
    $ make DESTDIR=~/ra2017 install
    $ cd ..
    $ ./libretro-install.sh ~/ra2017/cores
    $ sudo ln -s ~/ra2017/usr/local/bin/retroarch /usr/local/bin/
    

    Antes de prosseguir copie os ícones da pasta assets para ~/.config/retroarch:

    $ mkdir -p ~/.config/retroarch/
    $ cp -r ~/ra2017/usr/local/share/retroarch/assets/ ~/.config/retroarch/
    

    7. Alterar o idioma do RetroArch

    Abrir o RetroArch e ir em icone2 -> User -> Language; e selecionar Português.

    idioma_1idioma_2idioma_3

    8. Configuração do Joystick/Teclado através do RetroArch

    O RetroArch possui um esquema de abstração dos controles, dispensando a configuração individual para cada um dos emuladores utilizados.

    Para ajustar qualquer controle conectado, seja de Playsation, Xbox ou outros genéricos, considere o layout dos botões de um joytick de Super Nintendo. Dessa forma, se você estiver configurando o DualShock3 , considere que o TRIANGULO equivale ao botão X, o CIRCULO ao botão A e assim por diante. Os analógicos e qualquer outro botão também é abstraído nesse esquema.

    botao_referencia

    Para entrar nas configurações do joystick é só iniciar o RetroArch e selecionar icone2 -> Entradas -> Usuário 1; e seguir configurando os botões:

    mapear botao_1mapear botão_2mapear botão_3

    INSTALAÇÃO DO ATTRACT MODE

    attract-mode-logo

    2017-07-19-185849_1920x1080_scrot

    Descrição: Attract Mode é uma interface gráfica para emuladores de linha de comando como o MAME, MESS e Nestopia. Ela esconde o sistema operacional subjacente e se destina a ser controlado com um joystick, gamepad ou mouse, tornando-o ideal para uso em gabinetes de arcade. Attract Mode é de código aberto e roda em Windows, Mac OS X e Linux (incluindo Raspberry Pi , ODROID)

    Download e instalação:

    $ wget https://github.com/mickelson/attract/releases/download/v2.2.0/attract_2.2.0-1_amd64.deb
    $ sudo dpkg -i ./attract_2.2.0-1_amd64.deb
    

    Antes de prosseguir inicie o Attract para que seja gerada uma pré-configuração com os arquivos-base. Para sair pressione ESC e confirme.

    exit attractmode

    8.1 Configuração dos Emuladores

    Na pasta ~/.attract/emulators/ estão alguns arquivos pré-configurados. A formatação geral limita-se em indicar os caminhos das pastas com as roms, núcleos, flyer e boxart’s etc em uma variável específica.A configuração para Snes9x (núcleo de emulação para Super Nintendo) ficaria assim:

    # Generated by Attract-Mode v2.2.0-1-dirty
    #
    executable           /home/SEU_USUARIO/ra2017/usr/local/bin/retroarch
    args                 -L /home/SEU_USUARIO/ra2017/cores/snes9x_libretro.so "[romfilename]"
    rompath              /media/FullSet.ROMs.skullr4fael/snes/roms
    romext               .zip
    system               Super Nintendo (SNES)
    info_source          thegamesdb.net
    artwork    flyer     /media/FullSet.ROMs.skullr4fael/snes/boxart/
    artwork    marquee   
    artwork    snap      /media/FullSet.ROMs.skullr4fael/snes/snap/
    artwork    wheel     /media/FullSet.ROMs.skullr4fael/snes/wheel/
    

    Exemplo Sega Genesis (genesis_plus_gx)

    # Generated by Attract-Mode v2.2.0-1-dirty
    #
    executable           /home/SEU_USUARIO/ra2017/usr/local/bin/retroarch
    args                 -L /home/SEU_USUARIO/ra2017/cores/genesis_plus_gx_libretro.so "[romfilename]"
    rompath              /media/FullSet.ROMs.skullr4fael/megadrive_x32
    romext               .zip;.md
    system               Sega Genesis
    info_source          thegamesdb.net
    artwork    flyer     /media/FullSet.ROMs.skullr4fael/megadrive_x32/boxart/
    artwork    marquee         
    artwork    snap      /media/FullSet.ROMs.skullr4fael/megadrive_x32/snap/
    artwork    wheel     /media/FullSet.ROMs.skullr4fael/megadrive_x32/wheel/
    

    O melhor é procurar um fullset contendo as roms, snap, flyer e boxart dos consoles em sites de torrent ou fóruns especializados no assunto.

    8.2. Downlod e Instalação do Tema NEVATO para o Attract Mode (http://www.onyxarcade.com/nevato)

    $ wget http://www.onyxarcade.com/download/nevato-theme.zip
    $ mv ./nevato-theme.zip ~/.attract/layouts/
    

    Agora inicie o Attract Mode, aperte a tecla TAB e selecione: Displays > ‘Diplays Menu’ Options; e deixe igual a imagem abaixo:

    123

    Adicione um novo display/tela para cada emulador utilizado também. . Entre em Displays > Add New Display e adicione o nome dele.

    Exemplo para Snes9x:
    456

    8.3. Gerar a lista de ROMS

    Último e mais importante dos passos: listar os jogos para que sejam reconhecidos e vizualizados dentro do Attract Mode.Para fazer isso é só abrir o Attract Mode, apertar TAB e entrar em: Emulators > Selecionar o emulador (no meu caso o Snes9x) > Generator collection/Rom List. Aguardar o procedimento, reinicie o Attract e pronto!

    gerar lista1gerar lista 2gerar lista 3gerar lista 4

    8.4. EXTRA: Download e Instação de Shaders/Filtros

    $ mkdir -p ~/.config/retroarch/shaders/
    $ cd ~/.config/retroarch/shaders/
    $ git https://github.com/gizmo98/common-shaders
    

    Abra o arquivo ~/.config/retroarch/retroarch.cfg com seu editor de textos favorito e altere a variável “video_shader” com o caminho do shader que deseja utilizar. Recomendo fortemente o nominado de “crt-pi.glslp“. A tela fica parecendo aqueles monitores CRT antigos com linhas verticais… é uma coisa linda!

    video_shader = "~/.config/retroarch/shaders/crt-pi.glslp"
    

    shadershader1shader2shader3

    Pronto! Agora é só abrir o Attract Mode e iniciar seus jogo.

    2017-07-19-185833_1920x1080_scrot

     
    • 4pr0p02 5:53 pm em 15 de julho de 2018 Link Permanente | Resposta

      Cara, estou com vários tutoriais que criei sobre emulação no Debian ! Você tem interesse de publicar os tutoriais na sua pagina? Seria interessante um site sobre apenas emulação no linux!

      • Fm4lloc 9:57 pm em 20 de julho de 2018 Link Permanente | Resposta

        Sim, tenho interesse, eu os publico aqui e referencio você como autor deles. Eles estão em vídeo no seu canal do youtube, certo!?

c
escrever novo post
j
post seguinte/ comentário seguinte
k
post anterior/comentário anterior
r
Resposta
e
Editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
vá para login
h
mostrar/ocultar ajuda
shift + esc
Cancelar