Compilando o QMC2 no Debian 

INTRODUÇÃO

QMC2 é um front-end gráfico para M.A.M.E (Multiple Arcade Machine Emulator), M.E.S.S (Multiple Emulator Super System) e U.M.E (Universal Machine Emulator) e derivados, sendo baseado em QT e licenciado sob a GPLv2.

O programa fornece uma interface robusta para gerenciar ROMs, permitindo criar databases completas com sinopse, imagens, flayers, pré-visualização (snaphot) e vídeos sobre cada ROM da sua biblioteca. Também conta com ferramentas para auditar dumpagens e encontrar arquivos obsoletos ou inválidos.

QMC2 é a melhor ferramenta do gênero disponível para Linux.

img6

O guia foi escrito embasado na versão 0.47 do QMC2 rodando sobre o Debian 7 64 bits.

INSTALANDO O QMC2

Existe a opção de baixar a versão estável das fontes direto do navegador ou usar Subversion para pegar o último lançamento do desenvolvedor, algo não recomendado, salvo se estiver tendo problemas com a versão estável.

A página para downoad da versão estável é – http://sourceforge.net/projects/qmc2/

Se precisar da lastest version use o Subversion e descarregue os arquivos-fonte.

$ sudo apt-get install subversion
$ mkdir ~/src; cd ~/src
$ svn co https://svn.code.sf.net/p/qmc2/code/trunk qmc2-svn

Atualiza a cópia local:
$ cd ~/src/qmc2
$ svn update
Resolvendo dependências

Instale-as direto do repositório:

$ sudo apt-get install build-essential libqt4-dev libsdl-dev libphonon-dev libxmu-dev libqt4-sql-sqlite

Não posso afirmar que serão apenas estas para você.

O libqt4-sql-sqlite não é usado para compilação, serve para o QMC2 trabalhar normalmente e evitar isso:

20:18:27.844: QtWarningMsg: QSqlQuery::prepare: database not open
20:18:27.845: AVISO: falha ao carregar ‘id’ da base de dados do cache XML: consulta = ”, erro = ‘Driver not loaded Driver not loaded’
Compilando

Descompacte o pacote com os arquivos-fonte se tiver feito o download direto da página.

$ tar -jxvf ./qmc2-0.47.tar.bz2

Entre no diretório com os códigos-fonte e inicie a compilação:

$ cd ./qmc
$ make -j5

Usei a opção -j5 para dividir o trabalho em 5 processos simultâneos e agilizar a compilação. A fórmula recomendada para compilar com esse parâmetro é pegar o número de núcleos do processador e somar 1. Não é assegurado o máximo de eficiência com essa receita, muitas vezes valores maiores podem proporcionar um desempenho melhor, porém manifestamente irrisório no caso de aplicativos pequenos como o nosso. Destarte, siga a regra: J = N + 1.

A compilação retorna ao final:

Build of QMC2 v0.47 complete 
Target emulator: SDLMAME
Instalando

Use o comando:

$ sudo make install

Para facilitar futuras instalações e afastar o entediante trabalho de excluir os arquivos pertinentes ao QMC2 na unha, visto que o Makefile dele ainda não tem a opção uninstall, aconselho servi-se do Checkinstall e construir um pacote do tipo Debian a partir das fontes. Significa compilar tudo novamente.

$ sudo apt-get install checkinstall
$ sudo checkinstall -D --install=no --pkgarch=all

Instalando o pacote gerado:

$ sudo dpkg -i ./qmc2_20150123-1_all.deb
INSTALANDO E CRIANDO UMA CONFIGURAÇÃO PARA O MAME

$ sudo apt-get install mame

Crie o arquivo meme.ini com a configuração default

$ mkdir -p ~/.mame; cd ~/.mame
$ mame -createconfig

Abra o arquivo mame.ini recém-criado em ~/.mame/ e acrescente os caminhos das ROMs. Havendo mais de uma pasta de ROMs em locais diferentes separe elas usando o caractere “;” (ponto e vírgula). Exemplo:

rompath    /media/Backup/Roms;/media/Backup/Neo-Geo
EXECUTANDO O QMC2

Na primeira vez que o QMC2 for iniciado será requisitado a localização das ROMs, executável SDLMAME etc. A única coisa que você deve adicionar é o caminho para o executável, normalmente /usr/games/mame. As demais configurações serão importadas do arquivo mame.ini configurado anteriormente.

img

Após iniciar:

1 Entre no menu Ferramentas->Opções; selecione a aba “Emulador” e sua sub-aba “Configuração Global”.

img2

2 Clique sobre o botão “Importar de…”, depois “Selecionar Arquivo..”.

3 Caminhe até a pasta ~/.mame e abra o arquivo mame.ini. A pasta ~/.mame não aparece como deve ter percebido, esta oculta. Para desocultar clique com o botão direito do mouse sobre a interface do selecionador de arquivos do QMC2 e ative a opção “Mostrar Ficheiros Escondidos”.

img3

4 Após importar a configuração clique em “OK”.

5 Aperte Ctrl+R para recarregar a lista de ROMs. Isso apenas lista as ROMs disponíveis.

6 Para verificar o estado dos jogos aperte Ctrl+1. O processo de verificação é demorado, porém vital para saber quais ROMs são reconhecidas e deverão funcionar no emulador.

Os snapshots, artwork, ícones e afins são configurados em “Ferramentas->Opções…”; sub-aba “Arquivos / Diretórios” dentro da principal “Front end”.

img4

Para as imagens e ícones serem mostrados vá em “Verificar Imagens / Ícones…” (Ctrl+3 para abrir).

img5

Pronto. Só jogar e seguir aumentando sua base de dados. Os controles são configurados no MAME. Aperte a tecla TAB quando ele estiver rodando para acessa-las.